Navegando Pela Tag:

homoafetividade

TV

A jornada de Alex Danvers em Supergirl

Desde sua estreia, em 2015, Supergirl vem surpreendendo por apresentar tramas coesas, personagens carismáticos e um enredo repleto de empoderamento feminino. Além de contar com um elenco diverso, a série, cuja protagonista é a última filha de Krypton, Kara Zor-El (Melissa Benoist), resolveu colocar outro assunto em foco ao fazer com que Alex Danvers (Chyler Leigh), irmã adotiva de Kara, passasse por uma jornada de autoconhecimento na 2ª temporada.

Continue Lendo

CINEMA

Carol: o patriarcado contra-ataca

Na minha maratona para o Oscar 2016, Carol foi o primeiro que eu assisti. É um filme belo, esteticamente falando, e cheio de atuações maravilhosas, mas também é muito mais que isso. É um filme que traz muitas reflexões pertinentes e compatíveis com a nossa realidade atual, ainda que a trama se passe na década de 50.

Continue Lendo

CINEMA

Sobre pessoas, Casamento de Verdade e #LoveWins

Talvez você não lembre o que estava fazendo exatamente um ano atrás, mas por uma combinação de fatores aleatória do destino, eu lembro. Era uma sexta-feira, eu estava de licença médica do trabalho e em semi-isolamento, e saí para almoçar no shopping com o meu pai. Na praça de alimentação, enquanto esperava por ele, alguma coisa na televisão (sim, a praça de alimentação tinha televisões) chamou a minha atenção: a Suprema Corte americana tinha acabado de proibir os Estados norte-americanos de proibirem casais do mesmo sexo de se casarem. Tinha bandeiras coloridas, um filtro do arco-íris coloriu o facebook, #LoveWins nos trending topics. Festa. Muito mais festa do que com uma decisão brasileira muito parecida do STF quatro anos antes.

Continue Lendo

TV

A evolução amorosa de Callie Torres em Grey’s Anatomy

Callie Torres

Leia esse texto por sua conta e risco, contém spoilers da décima segunda temporada — e da maioria das anteriores.

Quando a Callie Torres (personagem interpretada por Sara Ramirez)  surgiu em Grey’s Anatomy, ela era quase nada. Sua entrada aconteceu, aparentemente, porque outro personagem, George O’Malley, precisava de um par romântico. Mas usar personagens femininas como meios para atingir fins pontuais obviamente não é uma característica da Shonda Rhimes (produtora e criadora da série), e com muita alegria pudemos assistir Callie crescer vertiginosamente em relevância e em tempo de tela, até se tornar uma das personagens mais importantes da série.

Continue Lendo

TV

Clarina: o amor é livre (e o choro também)

O dia 5 de maio de 2011, que tinha tudo para ser um dia como todos os outros, acabou se tornando muito especial por um motivo específico. No meio do ano passado, as redes de notícias do mundo todo acompanharam quando a Suprema Corte norte-americana determinou que nenhum estado poderia impedir duas pessoas do mesmo sexo de se casarem. Por essas bandas, o Supremo Tribunal Federal já tinha feito algo parecido mais de quatro anos antes. Apesar de não ter autorizado o casamento diretamente, exatamente cinco anos atrás o STF reconheceu a união estável homoafetiva.

Continue Lendo