Navegando Pela Tag:

supergirl

TV

Supergirl: As palavras têm poder

Um dos argumentos mais comuns usados por fanboys machistas, racistas e homofóbicos de quadrinhos para defender sua posição é o de fidelidade à fonte e coerência dentro do universo. Thor mulher? Fãs machistas de quadrinhos vêm gritar que o Thor sempre foi homem e por isso precisa continuar sendo. Homem-Aranha negro? Fãs racistas de quadrinhos vêm gritar que o Homem-Aranha sempre foi branco e por isso precisa continuar sendo. E, apesar do universo de adaptações de quadrinhos estar se tornando mais diverso em seus personagens e diretores – Mulher-Maravilha (dirigido por Patty Jenkins e lançado em 2017), Pantera Negra (dirigido por Ryan Coogler, com lançamento previsto para 2018), Thor: Ragnarok (dirigido por Taika Waititi e também lançado em 2017) são exemplos marcantes –, não é sempre possível contar com isso: a Sony, por exemplo, tem até um documento garantindo que o personagem Homem-Aranha será sempre branco e heterossexual nas adaptações cinematográficas, enquanto a adaptação do Hulu dos quadrinhos The Runaways colocou uma atriz magra para fazer o papel da personagem gorda Gert (mostrando que negar o cânone do texto-fonte é considerado irrelevante se é para encaixar uma personagem nos padrões estéticos da televisão).

Continue Lendo

TV

Cat Grant: a verdadeira garota de aço

As duas pessoas mais poderosas de National City são mulheres. Uma delas é Kara Danvers (Melissa Benoist), também conhecida como Supergirl, jornalista determinada e de sorriso adorável, que nas horas vagas combate o crime com seus super poderes e impede que invasores de outros planetas destruam a Terra. A outra é ninguém menos que Cat Grant (Calista Flockhart), também jornalista e fundadora da CatCo Worldwide Media, conglomerado midiático fundamental no universo da série em que ambas estão inseridas; uma mulher destemida e feroz, e uma implacável chutadora de bundas metafóricas – a mais incrível que você respeita.

Continue Lendo

TV

A jornada de Alex Danvers em Supergirl

Desde sua estreia, em 2015, Supergirl vem surpreendendo por apresentar tramas coesas, personagens carismáticos e um enredo repleto de empoderamento feminino. Além de contar com um elenco diverso, a série, cuja protagonista é a última filha de Krypton, Kara Zor-El (Melissa Benoist), resolveu colocar outro assunto em foco ao fazer com que Alex Danvers (Chyler Leigh), irmã adotiva de Kara, passasse por uma jornada de autoconhecimento na 2ª temporada.

Continue Lendo

TV

Kara e Alex Danvers: o poder das irmãs em Supergirl

Quando comecei a assistir Supergirl, logo após sua estréia em 2015, não estava preparada para gostar tanto da série. Com um frescor totalmente novo para seriados sobre super-heróis, as tramas envolvendo a última filha de Krypton sempre prezaram por um discurso livre de preconceitos e repleto de empoderamento feminino – mesmo que muito didático, no começo –, nos presenteando com uma série como há muito não se via. Dentre todas as tramas e personagens carismáticos, um dos relacionamentos mais preciosos que a série nos dá é justamente o das irmãs Alex (Chyler Leigh) e Kara (Melissa Benoist).

Continue Lendo

TV

Troféu Valkirias de Melhores do Ano: Televisão

Se nossas vidas fossem uma série de TV, 2016 seria aquele episódio decisivo da temporada, quando um dos protagonistas morre, viradas de roteiro são reveladas, o rumo da história é alterado pra sempre e descobrimos que Bruce Willlis estava morto o tempo inteiro. Com a vida real tão tumultuada, por vezes parecendo obra de um showrunner sádico (estou olhando para você, Shonda Rhimes), a televisão e os serviços de streaming trabalharam bem para manter a nossa atenção, consolar nossos corações, oferecer conforto, companhia e também nos fazer olhar de formas diferentes para dentro e para fora. Esse tipo de olhar atento e diferenciado é uma das razões de ser do Valkirias desde sua criação, e agora, ao final do nosso primeiro ano, nosso time de colaboradoras divide com vocês uma seleção pessoal dos nossos Melhores do Ano em matéria de televisão — abram alas para a primeira edição do Troféu Valkirias!

Continue Lendo

TV

Supergirl: Quando uma garota salva o dia

Como quase qualquer criança nascida na década de 90 (e talvez um pouco antes disso também), boa parte da minha infância foi gasta na frente da tv. Cavaleiros do Zodíaco, Guerreiras Mágicas de Rayearth, Caverna do Dragão, Power Rangers, Cavalo de Fogo, Pokémon, Digimon, Dragon Ball e, mais tarde, Meninas Superpoderosas e Três Espiãs Demais. Esses eram alguns dos meus desenhos favoritos nessa época, desenhos que, não por acaso, abriram espaço para outros que surgiram mais tarde (Naruto, X-Men: Evolution, etc, etc), e posteriormente para todo esse universo da cultura pop que, sim, hoje eu levo a sério demais.

Continue Lendo