Navegando Pela Tag:

estupro

LITERATURA

O Diário de Uma Garota Normal e o desconforto do leitor

O Diário de Uma Garota Normal, de Phoebe Gloeckner, é um livro autobiográfico. No processo de escrever essa matéria, li algumas entrevistas com a autora, dadas da época do lançamento da primeira edição do livro, em 2002, até 2015, quando a adaptação cinematográfica estreou nos cinemas. Nas entrevistas, toda vez, surge a pergunta: “isso foi sua experiência?” “é autobiográfico?” “são seus diários de verdade?”. E em todas as entrevistas, a autora tenta se desvencilhar da pergunta, explicar que não importa, que discutir as inspirações é menos interessante do que discutir a arte em si, que ela pode escrever algo sem ser a vida dela; quer dizer, em quase todas: em uma entrevista de 2015 para o The Rumpus, resignada, a autora diz que sim, que é autobiográfico. Mas que:

Continue Lendo

TV

13 Reasons Why: lado B

13 Reasons Why

O dia 7 de abril foi escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para marcar o Dia Internacional da Saúde, definida pela própria organização como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”. A cada ano a OMS escolhe um tema central para a campanha, e em 2017 o tema escolhido foi depressão, abraçando como lema a frase “let’s talk” (vamos conversar).

Continue Lendo

CINEMA

Crítica: Elle e a desmistificação do estupro

Desde a primeira vez que ouvi falar sobre Elle, filme mais recente do diretor holandês Paul Verhoeven, eu soube que assisti-lo não seria uma tarefa fácil. Ao trazer consigo o peso de uma temática tão delicada e polêmica quanto o estupro, o filme deixa claro que não está disposto a contar uma história agradável e usa a trajetória de sua personagem principal para trazer à tona questões que nem sempre encontram resposta com facilidade – uma experiência que se torna ainda mais traumática quando se transforma em um lembrete cruel da nossa própria realidade como mulher.

Continue Lendo

CINEMA

A pele que nós habitamos

Pedro Almodóvar sabe muito bem como fazer alguns filmes bem perturbadores – A pele que habito é um deles, com direito a estrelinha dourada, e dá margem a muitas reflexões interessantes.

AVISO DE GATILHO: esse texto fala sobre estupro!

Continue Lendo