Navegando Pela Tag:

darkside books

LITERATURA

Só Os Animais Salvam: o que significa ser humano?

Só os animais salvam

Quando pensamos em guerra, dificilmente expandimos esse pensamento para além das perdas de vidas humanas, das cidades destruídas e dos prejuízos econômicos. Poucos são aqueles que olham para além de suas necessidades imediatas enquanto seres humanos para pensar, também, no que acontece com a natureza e os animais que acabam, por uma infelicidade do destino, cruzando o caminho dos conflitos armados propagados pelo homem. A premissa de Só Os Animais Salvam, livro da autora Ceridwen Dovey e publicado pela DarkSide Books no Brasil, é exatamente essa – imaginar como se sentem os animais pegos no meio das guerras, imaginar como eles contariam suas histórias e o que as faz tão especiais.

Continue Lendo

LITERATURA

As Crônicas de Amor e Ódio: a jornada de Lia

Em um primeiro momento pode até parecer que As Crônicas de Amor e Ódio, trilogia da norte-americana Mary E. Pearson, se trata de mais uma famigerada história de princesas. Lia é a filha mais nova do rei e da rainha de Morrighan e, como Primeira Filha e soldado de seu reino, tem um dever: se casar com o príncipe Jaxon de Dalbreck a quem foi prometida em um antigo acordo. Lia, no entanto, não quer se casar com alguém que não conhece – e, portanto, não ama – e decide tomar as rédeas da própria vida no lugar de ser um simples peão no jogo de pessoas mais poderosas do que ela.

Continue Lendo

LITERATURA

A Guerra Que Salvou a Minha Vida: o conflito pelos olhos de uma criança

Histórias sobre guerra não são novidade. Desde que o mundo é mundo, o ser humano vem se envolvendo em conflitos armados, em lutas pelo poder e disputas por territórios. A Guerra Que Salvou a Minha Vida, da autora Kimberly Brubaker Bradley, poderia ser apenas mais uma história sobre a Segunda Guerra Mundial — se a trama não fosse contada pelo ponto de vista da pequena Ada.

Continue Lendo

LITERATURA

Caitlin Doughty e as Confissões do Crematório: vamos todos morrer mesmo

“Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler.” Essa era uma das frases promocionais que instigava os leitores a ler A Menina que Roubava Livros, um dos grandes bestsellers do início dos anos 2000. O livro, de ficção, se passa na Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial e é narrado pela Morte, ela mesma, com sua capa, sua foice, e seu carinho inesperado pelas cores e pelos humanos. É uma Morte que sente, que lamenta, que acredita ser agradável apesar de sua má fama, e que promete que vai nos tratar com cuidado quando a hora chegar.

Continue Lendo

LITERATURA

A Noiva Fantasma: até que a morte nos separe

“Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma.” É assim que começamos a mergulhar nesse mundo sobrenatural criado por Yangsze Choo em seu primeiro romance, A Noiva Fantasma. Mesclando ficção com antigos costumes malaios, a autora conseguiu produzir um livro que te prende do começo ao fim enquanto trata de temas como amor, vida e o que há depois que você atravessa o véu para o mundo dos mortos.

Continue Lendo