LITERATURA

As mães e os filhos (fora) do cárcere

A chama para este texto veio há quase dois meses: no dia 24 de março, a ex-primeira-dama do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo, investigada por corrupção ao lado do marido, o ex-governador Sérgio Cabral, teve concedido pelo Supremo Tribunal de Justiça um habeas corpus permitindo que ela ficasse em regime de prisão domiciliar enquanto não tivesse seu caso julgado. Isso aconteceu porque ela tem um filho menor de 12 anos e, teoricamente, a lei brasileira garante o direito de prisão domiciliar a mães de filhos na primeira infância, especialmente aqueles que estão privados do convívio dos dois pais ao mesmo tempo – Cabral está preso desde novembro.  Hoje, 10 de maio, essa discussão parece até uma faísca atrasada, já que no fim do mês passado Adriana retornou à prisão por decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª região. O caso dela poderia não ser levado em consideração na discussão que proponho agora, mas será porque faz parte dessa grande suruba arbitrária que é a lei brasileira.

Continue Lendo

TV

A cruel representação das mães na cultura pop

Quando penso em personagens que são mães na cultura pop sempre me lembro primeiramente de duas: Lorelai Gilmore (Lauren Graham), de Gilmore Girls e Lily Aldrin (Alyson Hannigan), de How I Met Your Mother. As duas são mulheres muito diferentes, talvez até a única coisa que as conecte seja o gênero e a maternidade. Para mim, que sempre lembro delas quando penso em mães na cultura pop, as duas também ocupam lugares diferentes na categoria de personagens que também são mães.

Continue Lendo

TV

Está na hora de perdoarmos Ellis Grey por ser humana

Ellis Grey

É notório o quão importante é Ellis Grey (Kate Burton) como elemento da história em Grey’s Anatomy. Ele parece carregar sobre os ombros a responsabilidade sobre tudo o que a filha, Meredith (Ellen Pompeo), é e não é. Se Meredith é uma médica excepcional com talento natural, é porque herdou as habilidades da mãe; se Meredith tem algumas dificuldades em lidar com sentimentos, é porque a mãe era uma pessoa fria. Apesar de toda a relevância da personagem como uma presença que paira sobre as treze temporadas da série, não temos contato com a Ellis Grey pessoa em mais do que um punhado de cenas.

Continue Lendo

LITERATURA

O Conto da Aia e como a maternidade é uma grande questão de gênero

O que é ser mãe?

Ainda hoje persistem diversas concepções essencialistas em relação ao que significa “ser mulher”; com relação a “ser mãe” não é diferente. Apesar de considerarem que todas as mulheres têm (ou ao menos deveriam ter) o “dom” para a maternidade ou um instinto materno, “diversas revisões históricas acerca da instituição familiar sugerem que a exaltação ao amor materno é algo relativamente recente. O vínculo maternal “tradicionalmente descrito como instintivo e natural é um mito construído pelos discursos filosóficos, médico e político a partir do século XVII. Antes, o que predominava era um sentimento que beirava o desinteresse dos pais em relação aos filhos.”

Continue Lendo

TV

Dear White People e os muitos porquês do movimento negro

Dear White People

Releitura do filme homônimo, Dear White People é uma das séries lançadas pela Netflix em abril. Assim como 13 Reasons Why, a intenção da série é tratar de problemas comumente ignorados pelos meios de comunicação e por vários setores da sociedade. No caso da trama “Cara Gente Branca”, o que se pretende denunciar é o racismo institucionalizado e estrutural, o contrário da ideia de sociedade “pós-racial” que alguns acreditam existir.

Continue Lendo

CINEMA

De uma galáxia muito distante: Leia Organa

Era uma vez, em uma galáxia muito, muito distante, uma bela princesa de expressivos olhos castanhos, cabelos longos presos em um penteado irreverente e uma língua afiada. Como princesa, Leia Organa desafiava tudo aquilo que era esperado dela, subvertendo, desde muito cedo, as expectativas de todos. Para muitas meninas, Leia foi o primeiro contato com uma personagem feminina forte e destemida em um mundo dominado por homens, principalmente quando o assunto é um filme de ficção científica com naves espaciais, lutas de sabre e um elenco predominantemente masculino.

Continue Lendo