Navegando Pela Categoria:

LITERATURA

LITERATURA

Uma Bolota Molenga e Feliz: Sarah Andersen, mulher e millenial

O nome Sarah Andersen não é desconhecido. Para bom vivente da webesfera, a chance de ter cruzado com algum trabalho da jovem adulta nascida em 1992 é grande. Responsável pela página Sarah Scribble’s, que possui mais de dois milhões de curtidas no Facebook, a artista reúne em cômicas tirinhas e pequenas histórias, realidades fictícias e autobiográficas. De forma divertida, suas tirinhas e quadrinhos representam muito bem o cotidiano de muita gente, em especial se você for uma mulher e mais ainda se for millenial. Continue Lendo

LITERATURA

A Longa Viagem a Um Pequeno Planeta Hostil – um ninho de penas entre as estrelas

O primeiro título de ficção científica do selo DarkLove, da DarkSide Books, não poderia ter sido melhor escolhido: A Longa Viagem a Um Pequeno Planeta Hostil, escrito pela norte-americana Becky Chambers, é um daqueles livros que vão te impactar do começo ao fim. Unindo uma história de viagem espacial ao desenvolvimento pessoal de cada personagem, a trama escrita por Becky é capaz de nos fazer viajar pelas estrelas e entender a importância de conviver com as diferenças. Se somos cada um especiais e importantes à nossa maneira, porque não encarar nossas diferenças como algo a ser aceito e compreendido?

Continue Lendo

INTERNET LITERATURA

“É por isso que eu amo a internet” – Jenny Lawson e seu movimento alucinadamente feliz

Quando compartilhamos nossas batalhas, outras pessoas reconhecem que podem compartilhar as suas. E, de repente, percebemos que as coisas que nos envergonhavam são as mesmas que todo mundo enfrenta uma hora ou outra. Estamos muito menos sós do que pensamos.

É isso o que Jenny Lawson, autora do livro Alucinadamente Feliz e blogueira no The Bloggess, fala a respeito de limites na escrita. Jenny tem transtorno de ansiedade, depressão e síndrome do pânico, e uma incrível habilidade para a escrita que a faz sobreviver num mundo que alerta todos seus gatilhos dia após dia.

Continue Lendo

LITERATURA

Vulcões iminentes: as personagens limítrofes de Elena Ferrante

Delia é uma mulher de 45 anos que vivencia uma crise de identidade após a perda da mãe: “Minha mãe se afogou na noite de 23 de maio, dia do meu aniversário”. Por conta disso, retorna a Nápoles, cidade onde cresceu e que agora parece um campo minado de lembranças dolorosas. Nos arredores do bairro e nos cantos do apartamento onde viveu, o passando avança sobre o presente. Tragada pelo embate entre fantasia e realidade, Delia se vê em busca de um acerto de contas com a mãe e também consigo mesma.

Continue Lendo

ENTREVISTA INTERNET LITERATURA

De frente com Valkirias: Kathryn Ormsbee fala sobre assexualidade, internet e Anna Karienina

Em agosto, falamos aqui do incrível Tash e Tolstói, romance young adult que reúne em uma só história uma personagem assexual, uma discussão interessante sobre as intersecções entre nossas vidas online e offline – coisa ainda rara no universo da literatura para adolescentes – e um papo nada novo sobre a importância de sermos honestos com nossos sentimentos. Tudo isso acontece quando Tash, a protagonista, vê sua websérie, uma adaptação moderna de Anna Karienina, viralizar na internet e enfrenta mudanças importantes com o fim do ensino médio e novas dinâmicas familiares. Assim como na vida, tudo acontece ao mesmo tempo agora, e que o livro consiga ser leve, divertido, com personagens complexos e interessantes é muito mérito da autora, a norte-americana Kathryn Ormsbee.

Continue Lendo

LITERATURA

Ecos: conectados pela música

Muito se diz sobre como a música conecta as pessoas, e Ecos, livro da escritora norte-americana Pam Muñoz Ryan, parte dessa premissa para elaborar o enredo de seu premiado livro. Evocando as principais características das fábulas dos Irmãos Grimm, a autora consegue costurar os destinos de cada uma dos seus personagens de uma maneira delicada e sensível. Se em um primeiro momento as histórias contadas por Pam parecem ter um final agridoce e serem desconectadas umas das outras – com exceção de um certo elemento mágico presente em todas as narrativas –, é só para sermos surpreendidos por um desfecho emocionante ao virar a última página da bela edição brasileira elaborada pela DarkSide Books.

Continue Lendo