Posts de:

Thay

CINEMA

Hypatia de Alexandria: filósofa, matemática e silenciada

Minha matéria favorita na época da escola, sem dúvida, era História. Sempre mergulhava fundo nas aulas, lia toda a matéria e sempre procurava por mais, seja por meio de outros livros ou de entretenimento. Sou o que se pode chamar de history geek, sempre em busca de conhecimento no que se refere aos tempos passados, sempre lendo sobre figuras históricas e descobrindo outras. Há alguns anos, em meio a uma dessas buscas, encontrei o filme Alexandria (ou Agora, no original), do diretor Alejando Amenábar e lançado no longínquo ano de 2009. Alexandria talvez seja um dos meus filmes favoritos da vida e retrata, de maneira romanceada, a vida da filósofa Hypatia (interpretada por Rachel Weisz).

Continue Lendo

CINEMA

Dramas Históricos: 6 mulheres ícones e seus filmes

Um dos meus gêneros favoritos de filmes é o tal do drama histórico. Pode ser filme sobre uma figura real, pode ser um filme totalmente inventado: se for drama histórico, lá estarei para assistir. Antes de ser uma fã de cinema, sou uma history geek o que significa, basicamente, que passei a vida escolar inteirinha absorta nas aulas de História, lendo sobre eventos históricos no meu tempo livre e, é claro, buscando entretenimento que tivesse esse viés, mesmo que um pouco (ou muito romanceado), fosse livro ou fosse filme. Dessa maneira, resolvi unir o útil ao agradável e compartilhar uma lista de filmes e séries de period drama dos quais sou fã de carteirinha – e, ah, só inspirado em mulheres reais e incríveis.

Continue Lendo

LITERATURA

O Conto da Aia e o medo que mora em todas nós

O Conto da Aia, da escritora canadense Margaret Atwood, sempre esteve na minha lista de “livros que quero ler”. Anos se passaram sem que eu me mexesse para mudar o status do livro – de “quero ler” para “lido” – em minha estante e somente agora, empolgada pela adaptação que o serviço de streaming Hulu estreará logo mais em abril – sob o título The Handmaid’s Tale e estrelado por Elisabeth Moss, tirei a poeira do exemplar e me coloquei a ler. Sabia que a história era intensa e repleta de metáforas, só não sabia que levaria um soco no estômago a cada virar de páginas.

Continue Lendo

TV

A força das mulheres em The 100

The 100, a série distópica da CW baseada nos livros de Kass Morgan, só entrou na minha vida quando a primeira temporada já estava disponível na Netflix. Era mais um daqueles dias sem muito o que fazer e eu abri o catálogo do serviço de streaming para tentar encontrar algo com o que ocupar meu tempo. Passei por muitos filmes, séries e documentários até parar em uma série que parecia mais do mesmo. Qual não foi minha surpresa ao terminar o primeiro episódio totalmente viciada no que estava assistindo?

Continue Lendo

TV

A jornada de Alex Danvers em Supergirl

Desde sua estreia, em 2015, Supergirl vem surpreendendo por apresentar tramas coesas, personagens carismáticos e um enredo repleto de empoderamento feminino. Além de contar com um elenco diverso, a série, cuja protagonista é a última filha de Krypton, Kara Zor-El (Melissa Benoist), resolveu colocar outro assunto em foco ao fazer com que Alex Danvers (Chyler Leigh), irmã adotiva de Kara, passasse por uma jornada de autoconhecimento na 2ª temporada.

Continue Lendo

LITERATURA

Amor Amargo: relacionamentos abusivos na adolescência

Amor Amargo, o livro da escritora norte-americana Jennifer Brown, poderia ser mais um young adult (YA) como qualquer outro: narrando a história de Alex, a menina inteligente que escreve poemas, que encontra no aluno transferido, Cole, um novo amor, o enredo entraria no mais do mesmo, do garoto encontra garota, vivem felizes para sempre e o resto é história. Mas, como andam dizendo por aí: não era amor, era cilada.

Continue Lendo