TV

Amizades femininas em Gilmore Girls

É uma verdade universalmente conhecida que Gilmore Girls é a série favorita de muita gente (nós inclusas). Muito se debate a respeito das vidas de Lorelai e Rory e, com um fervor digno de religião, os relacionamentos amorosos das duas mulheres. Passamos sete temporadas torcendo por casais diferentes, especulando os motivos pelos quais esse ou aquele pretendente era o melhor para cada uma delas. Pode ser divertido ficar bolando tais teorias e shippando esse ou aquele casal, mas sabemos que o seriado vai muito além de quem vai ficar com quem no final. Por essas e outras que exaltar a importância das amizades femininas na série se faz tão significativo.

Aviso: este texto contém spoilers!

Em um mundo onde a mídia pop costuma caracterizar amizades femininas de uma maneira totalmente equivocada, geralmente as pintando como algo impossível, é sempre válido notar que algumas produções prezam pelo real. Mulheres podem ser melhores amigas sim e, em Gilmore Girls, esse tipo de relacionamento recebe toda a sorte de representação. Acompanhamos amizade entre mãe e filha, acompanhamos melhores amigas crescerem juntas, acompanhamos amizades nascendo de conflitos e em meios acadêmicos. Gilmore Girls é um seriado sobre mulheres, suas vidas, anseios, sonhos e desejos, e nada melhor do que passear por esses relacionamentos como maneira de celebrar o seriado que amamos e preparar os corações para o que ainda está por vir. Em Gilmore Girls: Um Ano para Recordar dez anos transcorreram desde o series finale na sétima temporada e se tem uma coisa que desejamos é que essas amigas retornem com a corda toda.

Rory e Lorelai

gilmore girls rory-lorelai

Impossível começar um texto a respeito de amizades femininas sem mencionar as duas Lorelais. Quando engravidou de Rory, aos dezesseis anos, Lorelai tinha apenas uma certeza: que faria o possível e impossível para criar a filha da melhor maneira que pudesse, e assim o fez. Ao tentar vender uma de suas histórias para a Waner Bros., Amy Sherman-Palladino não fazia a mínima ideia do que estava fazendo ao mencionar que tinha a ideia de um seriado sobre uma mãe e uma filha que eram mais como melhores amigas do que mãe e filha. E quando, surpreendentemente, a emissora comprou essa ideia, Gilmore Girls foi construída em um fim de semana em torno desse conceito.

O segredo de maternidade de Lorelai foi criar a filha em um ambiente democrático e livre de tabus em que Rory cresceu rodeada de oportunidades, livros e a boa referência de sua mãe. Talvez a pouca diferença de idade entre elas tenha sido um importante fator que contribuiu para que essa dinâmica funcionasse – afinal, enquanto Rory estava crescendo, Lorelai também estava. Ela se tornou mãe antes de se tornar mulher, e o modo como superou todas as adversidades de sua vida para se tornar uma provedora estável com certeza contribuiu para os moldes de Rory. É um fato atestado pela própria em seu discurso de colação de grau do Ensino Médio, aquele discurso que nos emocionou e emociona até hoje.

Desde o momento em que Lorelai Leigh Gilmore veio ao mundo, Lorelai Victoria Gilmore não estava mais sozinha naquele espaço deslocado que era a casa seus pais. A gravidez na adolescência pode não ser experiência mais recomendável para as mulheres, mas, como Lorelai disse em vários episódios, tudo acabou dando certo para ela. Elas compartilham os olhos azuis, o gosto por café, música e filmes, e a dificuldade de dizer “eu te amo”. Mas também compartilham um relacionamento invejável, em que são companheiras uma da outra e confidentes. E que garota não se sente sortuda por poder conversar abertamente com a própria mãe? A amizade delas funciona com reciprocidade, mesmo se não fosse o amor incondicional e o fator genético que as une. Rory se espelha em Lorelai, Lorelai se apoia em Rory. E assim gira o mundo das garotas Gilmore.

Lorelai e Sookie

gilmore girls lorelai-sookie

Lorelai e Sookie são praticamente uma entidade em Stars Hollow. São melhores amigas, trabalham juntas, passam por dramas juntas e até abrem o próprio negócio juntas. Se isso não é a melhor definição de amizade, não sabemos o que é! As duas se complementam em suas maluquices e se compreendem da melhor maneira possível. O que seria de Sookie sem Lorelai por perto para mantê-la em foco? Todo mundo sabe que Sookie é a melhor chef da cidade, mas o que lhe sobra em talento falta em atenção – já pararam para imaginar em quantos incêndios a chef teria se metido se não fosse por Lorelai? Até Chilton estaria em chamas a uma hora dessas. É interessante poder acompanhar em Gilmore Girls a amizade de duas mulheres completamente diferentes mas que se amam e apoiam não importa o que aconteça.

Rory e Lane

gilmore girls rory-lane

Um dia, no jardim de infância, Rory não tinha giz de cera e Lane se ofereceu para dividir os dela. A partir desse dia, elas se tornaram melhores amigas para o resto da vida. Amizades de infância são mágicas. É indescritível a sensação de conhecer alguém em uma época em que a inocência ainda reina dentro de você e construir um laço verdadeiro com base em nada, ou, no máximo, uma ou duas coisas em comum e a mera vontade ser amiga daquela pessoa. Rory e Lane cresceram juntas e testemunharam os fatos mais importantes da vida uma da outra. Em outras instâncias foram imediatamente confidenciar novidades, inseguranças e anseios no momento em que eles aconteciam. De uma entrada frenética de uma na casa da outra exclamando “I got kissed! And I shoplifted” a uma mensagem no pager dizendo “Bible kisses bible” minutos depois de ter acontecido, a amizade de Rory e Lane é sólida e recíproca.

Para Rory, a amizade de Lane era essencial; algo que ia além dos altos e baixos de sua família, das responsabilidades da escola, e do seu relacionamento. Para Lane, Rory era a válvula de escape de sua vida conservadora – alguém que a conhecia como ela era e estava disposta a apoiá-la nas dificuldades de sua vida dupla. Os momentos em que elas estavam juntas, eram os momentos em que elas podiam desabafar sobre todas as coisas importantes que estavam acontecendo em suas vidas e receber uma perspectiva observadora – crítica, porém confiável e reconfortante. Lane não se faz de estranha na casa de Lorelai, e Rory já é uma convidada habitual nas reuniões de família na casa dos Kim. Esse é apenas um indicativo do quanto elas são unidas e constantes na vida uma da outra.

Rory e Paris

gilmore girls rory-paris

Que atire a primeira pedra quem nunca fez um inimigo à primeira vista. E que atire a primeira pedra quem também nunca terminou confraternizando com esse inimigo ao descobrir que vocês tinham mais em comum do que imaginavam e eram até capazes de acertar as diferenças.

É certo que a amizade entre Rory e Paris começou por linhas tortas. Quando Rory se transferiu para Chilton, Paris notou o potencial que ela tinha por trás daquele rosto angelical. Seu primeiro instinto foi, então, fazer de Rory sua rival, pois para Paris essa era a atitude óbvia. E, a princípio, o territorialismo dela funcionou, até que Rory conseguiu acompanhar o ritmo da nova escola e se provou extremamente capaz. Com o tempo e alguns inevitáveis momentos de convivência, Paris percebeu também o quanto poderia ganhar unindo forças com a Rory, que tinha ambições tão fortes quanto as suas e, acima de tudo, encontrou nela uma pessoa disposta a compreendê-la. Um dos motivos pelos quais Paris é do jeito que é, foi ter crescido em um ambiente competitivo e desprovido de afeto dos seus pais. Isso a tornou uma pessoa desconfiada, além de extremamente intensa. Quando Paris passa a conhecer Rory melhor, ela baixa a guarda diante do fascínio – com um toque de inveja – pela vida da outra, tão contrastante com a sua. No entanto, como o que torna Stars Hollow (e, por consequência, a residência Gilmore) um dos lugares mais convidativos é o acolhimento, Paris aos poucos foi conhecendo outro modo de vida em que nem todo mundo tem más intenções e onde ela é vista como uma pessoa bem-vinda, especial do jeito que era.

No entanto, a amizade delas não é uma via de mão única. Paris ajuda Rory tanto quanto é ajudada, especialmente no que diz respeito à impulsionar Rory para áreas fora de sua zona de conforto. Não fosse por Paris, Rory jamais teria sido vice-presidente estudantil, nem experimentado a spring break na faculdade, nem arranjado seu primeiro apartamento fora do campus. O carisma que falta em uma, a outra tem de sobra. E a ousadia que falta em uma, a outra complementa.

Paris, Madeline e Louise

gilmore girls paris-louise-madeline

Alguns poderiam dizer que Paris, Madeline e Louise formam a versão Garotas Malvadas de Chilton. Tudo o que o trio faz quando Rory entre no colégio é espezinhá-la e maltratá-la sem o menor motivo (não que exista um motivo plausível para maltratar alguém) além de decidirem fazer a vida da garota Gilmore um martírio, como se não fosse o suficiente o desconforto de se adaptar a um novo lugar e uma nova rotina. Mas, por mais que o bullying das três seja injustificável, é de admirar o quanto elas são unidas, apesar das personalidades extremamente distintas. Especialmente quando Madeline e Louise, as garotas ricas, inteligentes, porém fúteis, honram a irmandade com Paris Geller, o total oposto.

Por mais que a origem da amizade delas não seja explorada, sabemos que elas estudaram juntas desde a infância em Chilton. E tal qual Rory e Lane, uma amizade feita na infância é marcante apesar das diferenças. A convivência constante pela permanência das três na mesma escola deve certamente ter ajudado. Mas, além disso, Paris, Madeline e Louise têm em comum o ambiente onde cresceram – privilegiado, porém, com relações familiares conturbada. Elas sabem o espaço que ocupam e marcam território dentro dele. Elas não precisam concordar em tudo para serem leais uma a outra, mesmo que a situação seja bobinha. É certo que a amizade não dura após a faculdade, pois, assim como acontece na vida, quando os interesses são diferentes, os caminhos se bifurcam e cada uma segue a vida que pretende. No entanto, é inegável o quanto o período em Chilton é marcado pela tríade, ora rivalizando, ora se aliando ao quarto elemento, vulgo Rory Gilmore.

Rory, Lucy e Olivia

gilmore girls lucy olivia

Às vezes me sinto um tantinho ofendida por Lucy e Olivia, as amigas de Yale, serem tão pouco lembradas dentro da série. Não só por Lucy ser interpretada por ninguém menos do que Krysten Ritter, ex-b—- do apartamento 23 e atual investigadora da ALIAS, mas principalmente por elas serem o tipo de pessoa que você conhece de repente e no minuto seguinte estão totalmente íntimas de uma forma divertida. Simpatizo muito com o fato de que a amizade da Rory com as duas surgiu de forma isolada na faculdade – sem nenhuma conexão com Stars Hollow, nem com Chilton. São duas amigas que fazem parte da experiência universitária da Rory pura e simplesmente.

Foi com muito bom humor que Lucy e Olivia se aproximaram de Rory para fazer uma brincadeira com ela na exposição de arte que ela estava cobrindo para o Yale Daily News e em pouco tempo as duas estavam conhecendo o apartamento da Rory e fazendo pipoca. Elas podem não conhecer o histórico uma das outras, mas se sentem à vontade para conversar sobre o que está acontecendo ali e agora, quero dizer, naquela fase da vida. De uma forma bem jovial, as três foram para Stars Hollow para curtir um ar bucólico, ficaram conversando, pintaram o cabelo de rosa e desabafaram suas inseguranças sobre o futuro. E quando Lucy (e Olivia, por lealdade a Lucy) ficou brava com Rory por causa de um cara, a briga não durou, porque no momento em que a Rory conseguiu explicar o que tinha acontecido, Lucy entendeu que não era culpa dela a péssima atitude do cara, e a amizade prevaleceu. A gente não sabe se elas mantiveram contato depois da faculdade, mas mesmo que tenha sido uma conexão temporária, isso não invalida todos os momentos que passaram juntas. E foi encerrado com um brinde com champagne no dia da formatura. Cheers.

Texto escrito em parceria por Thay e Yuu

Posts Relacionados

Comentários

Deixe um Comentário